cases-logos_weril

Weril

WERIL

Ramo de atividade: Instrumentos musicais de sopro.
Porte: Médio
Cidade / UF: Franco da Rocha – SP

Background

Antes de 1990, o mercado “implorava” pelos produtos Weril, único fabricante nacional e uma pessoa na área comercial, respondia por atender “ou não” ao pedido das lojas.

Funcionava a amizade e os agrados a esse profissional. O Marketing se resumia em um Showroom, no Largo do Arouche, workshops com instrumentistas nacionais, Informativo Weril em duas cores, Goodwill com mestres de bandas conhecidos no Brasil.

Problema

Logo após a abertura de mercado em 1990, começou a entrar no mercado, instrumentos musicais de sopro como o Yamaha (Japão), Júpiter (China), entre outros, concorrendo com mais qualidade e preços melhores.  As vendas despencaram no mercado nacional e a imagem era de má qualidade dos produtos Weril. As exportações nessa época eram incipientes.

Solução

Foi contratado para reorientar o marketing e vendas da empresa, AJ Limão. Duas ações de marketing, uma interna e outra externa. O Diretor Comercial, um dos herdeiros, passou a viajar e participar de feiras internacionais. No mercado interno, as decisões foram:

1. Fechar o showroom no Largo do Arouche no centro de SP;
2. Demitir a responsável pelo departamento de vendas;
3. Criar um Departamento Comercial, com o Diretor Comercial e 3 assistentes internas, atuando em Televendas, Supervisores de Vendas, visitando e vendendo para as lojas, Promotores, visitando escolas de músicas e igrejas evangélicas.
4. Desenvolvimento de Displays e Expositores para Pontos de Vendas;
5. Criar nova imagem para o Informativo Weril, a 4 cores, incluindo conteúdo  técnico e em duas línguas: português e inglês.
6. Pesquisa de marketing e
7. Uma ação da área industrial, para lançamento de produtos de alto valor agregado, como prestígio e presenteando instrumentistas famosos, gerando testemunhal.
8. Criar o Weril Day, onde proprietários, gerentes de lojas e balconistas eram convidados para passar um dia na fábrica. Conduzidos em ônibus a partir do Memorial da América Latina, com lanche e animação a bordo, recebidos na fábrica, fazendo a visita, recebendo uma palestra técnica, almoço em toldo no local e buffet, recebiam também uma palestra Motivacional e de Vendas com Aplicação de Neurolinguística. Depois recebiam brindes especiais da Diretoria e eram conduzidos de volta ao Memorial, “encantados” com o que viram.

Resultados

A Weril retomou o mercado interno, posicionou-se na percepção do consumidor como marca de qualidade, e hoje exporta para 25 países, conforme declaração do Diretor Comercial Roberto Weingril, em matéria publicada na Revista Exame.

Diferencial

Utilizada a própria magia e vocação do produto como solução. Valorizando técnicos da empresa, para ministrar palestras e monitorar os grupos de visitas na fábrica.

VOLTAR

Deixe uma resposta