OKR,-NÃO-NECESSITA-DE-UM-PLANEJAMENTO-ESTRATÉGICO

OKR, não necessita de um planejamento estratégico

A implantação de OKR – Objectives and Key Results, é muito simples! O que necessita é de estratégias para estabelecer a metodologia. Veja como fazer isso no texto a seguir!

O GLAMOUR DAS OKRS

Há muita literatura sobre OKR na mídia, contando a história do surgimento dessa ferramenta, mencionando principalmente o Google e outras empresas atuais e, como montá-la. OKR não deve ser visto como algo glamouroso, que provoca deslumbramento nas pessoas e nas empresas, apesar de ser uma ferramenta relativamente simples, exige muita disciplina.

É, contudo, um poderoso instrumento de gestão ágil e de grande efetividade e que produz resultados excelentes naquelas empresas que utilizam OKR, com dedicação e foco.

OKR,-NÃO-NECESSITA-DE-UM-PLANEJAMENTO-ESTRATÉGICO

A SUPERFICIALIDADE DAS OKRS

O que mais se ensina nos artigos e vídeos na internet, é a montagem de um OKR, ainda que uma ferramenta útil, ela é parte de uma metodologia consistente. Somente montar OKR, resolve o problema ao nível do indivíduo, ou mesmo da área, mas, se não estiver conectado com os rumos da empresa, será uma iniciativa isolada e sua eficácia, comprometida.

A imagem que melhor ilustra a metodologia OKR, ainda que muito utilizada em diversas situações, é a do iceberg.

O que está invisível aos olhos do observador é que dá consistência para a ferramenta.

A INVISIBILIDADE DA METODOLOGIA OKR

Para montar OKR, utilizando a metodologia completa é necessário partir de uma ou um conjunto de estratégias.

Se não tiver um Planejamento Estratégico, o que é recomendável para tornar a metodologia mais consistente, deve-se definir então, quais são as estratégias da empresa.

Essa é minha recomendação para aquelas empresas que querem utilizar essa metodologia extremamente poderosa, mesmo sem dispor de um planejamento estratégico.

DEFINIR ESTRATÉGIA A PARTIR DA VISÃO, É FÁCIL

Definir a Visão é tão simples, quanto explorar o pensamento do criador da empresa, ou seus diretores, sobre sonhos e desejo. Ou ainda a sua ideologia de negócio. Consegue-se com isso, estabelecer o seu horizonte de negócio. Se descobrir o horizonte anual, já é possível, alargar para 3 anos, o que é essencial para a metodologia. Estamos falando isso para aquelas empresas que não tem a Visão de Negócio clara e defina. Grandes empresas já têm sua Visão e Missão definidas.

Quando se estabelece a Visão, torna-se clara a Missão, que é onde se desenvolve os objetivos estratégicos.

OKR estratégico, transforma a Missão em expectativas de realização tangíveis. E isso é essencial para a metodologia, a tangibilidade das metas é a linha base para os OKRs.

Após a definição dos objetivos estratégicos, segue-se o desdobramento em OKRs táticos, de áreas e de pessoas, em ciclos trimestrais com acompanhamento mensal e revisões periódicas.

MAS OS OKRS, NÃO SÃO DEFINIDOS PELA EQUIPE?

Ainda que seja glamouroso dizer que a equipe é que estabelece seus OKRs, estes têm um desdobramento que parte da estratégia. Se cada equipe ou indivíduo estabelecesse seus OKR, seria um ambiente sem direcionamento ou anárquico, e sabemos que não é isso que ocorre nas empresas.

Top-down: As estratégias são definidas pela direção que comunicam às áreas, para que estas estabeleçam os OKRs táticos.

As equipes e as pessoas elaboram os seus OKRs, nas suas áreas, no que tange às suas atividades naquela parte da estrutura da organização.

Bottom-up: As OKRs das equipes e das pessoas, são validadas pela direção. Estas, passam a constar no ciclo trimestral, relativo ao ano em andamento.

COMO SE FOSSE O SEU NEGÓCIO

Para simplificar, pense na empresa como se fosse aquela lojinha que você quer montar, para estabelecer o seu negócio próprio. No primeiro momento, o seu sonho e o seu ideal, representam a sua visão do negócio.

Precisa vender mercadorias para obter caixa, essa é a perspectiva financeira. O mercado onde está estabelecido lhe traz o cliente que proporciona a venda das mercadorias, essa é a perspectiva de mercado. Necessita de comprar mercadoria, estocar, expor, vender, atendimento, caixa. . . Estas são as perspectivas de processos. Para atender os clientes, cuidar do caixa, do recebimento, conservação. . . Estas são perspectivas de pessoas.

Quando o negócio é pequeno, você realiza todas as atividades, então, a estratégia de negócio, começa com a sua visão que é traduzida nesses objetivos, que levam as metas e as ações e com isso trarão os resultados esperados.

Quando começar a crescer o seu negócio, precisa traduzir isso primeiro às pessoas, depois a processos, depois a clientes e assim, obterá resultados financeiros.

A metodologia OKR é a que melhor traduz essa consistência ao negócio e alinha os objetivos de cada pessoa, de cada área aos da empresa.

Pense dessa forma!

Se quiser saber mais sobre OKR – Objectives and Key Results, assista a este vídeo, lá encontrará mais detalhes sobre a metodologia.

Veja as possibilidades de aplicação, no site: www.ajlimao.com.br 

Cases:

Entre outras aplicações. Entre em contato e conheça uma solução sob medida para sua empresa.

AJ Limão Ervilha
Empresário, mentor, conselheiro, professor, escritor, consultor há mais de 25 anos em importantes organizações como AmBev, Coca-cola, Duratex, Ford, Hospital Albert Einstein, Mercedes-Benz, Philips, Unilever, VOLVO.  Autor dos livros Liderando Equipes; Negocie Bem; Negociando em Qualquer Situação; entre outros, Administração de Marketing pela New York State University. Possui certificação Internacional em DHE® Design Human Engineering com Dr. Richard Bandler e Programação Neurolingüística (PNL) com seu criador Dr. John Grinder. Formação em Análise Transacional e Certificação em Coach pela ICC – International Coach Community. Especialista em Negociação, Certificado pela SPSM® Senior Professional in Supply Management.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.